quarta-feira, 29 de julho de 2009

Célio Antunes


A vida nos traz momentos inesperados, muitas vezes agradabilíssimos! Foi o que aconteceu comigo ao reencontrar, depois de vários anos, um dos melhores profissionais do jornalismo local, de todos os tempos. Célio Antunes Freitas, atuou como âncora do telejornal da extinta e pioneira TV Ajuricaba, desde que chegou em Manaus, no ano de 1970, até 1986, quando foi vendida para o grupo Simões, dando origem a RBN - Rede Brasil Norte. Continuou até 1993, coordenando o departamento jornalístico da nova emissora, convivendo no ano citado, com mais uma transação empresarial, pois a Assembléia de Deus, assumiu o controle acionário do canal 8, mantendo a sigla, com a denominação de Rede Boas Novas. Pouco tempo depois, foi ser diretor na TV Cultura, onde se aposentou.

Nascido em 25 de Fevereiro de 1948, no município de São Tomás de Aquino, próximo a Guaxupé no estado de Minas Gerais, foi locutor de rádio em Belo Horizonte. Deixou a capital mineira para ficar durante três anos no mesmo segmento da mídia em Boa Vista, capital na época, do Território Federal de Roraima, partindo em seguida para o Amazonas. Célio chegou em Manaus, naquele ano vitorioso em que os brasileiros comemoravam o tricampeonato mundial de futebol, conquistado no México em 70. Aqui constituiu família, realizou um admirável trabalho e fincou raízes profundas, na cidade que o acolheu. Virou um manauara de coração! Houve uma época, em que o seu semblante, era um dos mais conhecidos daquela pacata "Manô". Seguro na apresentação do telejornal da TV Ajuricaba, formatou um padrão jamais alcançado.

Num período em que não existia teleprompter, ele chegava a decorar laudas inteiras, para seguir na apresentação ao vivo. Pura competência! Sua figura tranquila, generosa, dígna e amável, traduz bem o estilo mineiro de origem.
Mantendo o caráter de bom camarada, Célio saiu do carro para bater um "plá" suave e como sempre, inteligente. Ainda lembrei do clube de coração. Antunes é Botafogo, agremiação que deve ter celebrado muito, no auge das grandes conquistas, com aqueles craques de nível acentuado no futebol profissional.

Está aqui a satisfação de ter reencontrado o memorável e pioneiro ícone do telejornalismo Amazonense. Meus cumprimentos e humildes desculpas, ao tentar prestar uma simples homenagem a quem merece muito mais. Grato pelos belos anos de convivência, que desfrutei, inclusive pertencendo ao seu departamento e direção no final da primeira RBN. Boa Sorte Antunes! Perdão pelos erros prováveis. O texto veio do coração.

Informações adicionais:
pt.wikipedia.org

6 comentários:

  1. Bispo, estou colocando a tua postagem no meu Facebook.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grato, José Rocha. Como diria o falecido Célio Antunes: "tudo certinho".

      Excluir
  2. Eu tive a sorte de trabalhar com ele na Tv Cultura do Amazonas.

    Um dia fui á sua sala pegar o jornal a Folha, eu ia todos os dias pegar o jornal depois dele ter lido. um dia ele me disse assim ; Reginaldo, vc é prova que uma pessoa pode ser inteligente e bonita, eu por exemplo sou inteliegente mas sou feio e isso é o mais común, e rimos muito disso. foi legal e jamais esquecerei o melhor elogio que me fizeram.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele sempre mostrava-se generoso. Reginaldo fiquei honrado com a sua visita neste humilde espaço. Adicionei meu perfil ao seu G1+.

      Grato e volte sempre.

      Excluir
  3. Sinto bastante o ocorrido na realidade estou sabendo do falecimento do meu ilustre amigo com quem tive o prazer de trabalharmos juntos na TV CULTURA DO AMAZONAS, ele como Diretor de Produção e eu como Diretor Técnico Operacional. Lembro-se do Célio assistindo TV e tinha a mania de baixar o volume em todos os intervalos comerciais dava um voltinha e voltava a assistir na sequência da programação. Uma excelente figura, inteligente e sabia fazer amigos com facilidade. Obrigado pela notícia. Edson Câmara - 03/05/2012 00h42´AM

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saudações, Sr. Edson.

      Lembro do senhor, quando muitas vezes fui até a TV Cultura-AM, para enviar matérias ou só imagens para a TV Record, pois na áepoca, eu era repórter no canal 10, na extinta TV Manaus, que fazia parte da rede de afiliadas da emissora paulista. No Rádio e TV eu assinava Aldemir Lima. Tive o imenso prazer de conviver com o saudoso Célio na RBN (Rede Brasil Norte). Não tenho dúvida de que ele foi um ser humano admirável. Grato pela visita.

      Saúde e volte sempre.

      Excluir

Fique à vontade a casa é sua!

Praça Heliodoro Balbi

Praça Heliodoro Balbi
Um dos mais belos e aprazíveis espaços públicos do centro de Manaus, aparece aqui outra vez, nos cliques registrados no final de uma tarde de verão. Clique na imagem para ver mais.